Investidor da Midas Trend comete suicídio após não receber da empresa

A Midas Trend que prometia retorno no de até 4% ao dia por meio de supostos investimentos em Bitcoin, que sempre constou na lista da piramides da Abranetwork e da Sucesso Network como pirâmide financeira, foi responsável pelo suposto suicídio de um investidor que não conseguiu obter seu investimento de volta.

O suposto cliente teria investido na Midas Trend em setembro de 2019, valor equivalente a R$ 80 mil.

Ele vendeu sua casa para aplicar na Midas Trend, acreditando que teria um excelente resultado financeiro.

Como se sabe, a Midas Trend está há dois meses com seus saques atrasados.

O fundador do esquema, Deivanir Vieira Santos, CEO da Midas Trend, declarou no natal, que as operações de seu robô de arbitragem estavam suspensas.

A CVM abriu o Processo Administrativo SEI nº 19957.006646/2019-48, para apurar denúncia contra a empresa.

A Midas Trend possui sede no Paraguai como para tentar fugir da lei brasileira, pressupondo que dessa forma, escaparia da justiça e prisão. Grande engano!

Deivanir tem zombado da CVM, da Abranetwork e dos órgãos governamentais brasileiros.

Chegou a dizer que se fosse o caso, daria baixa no CNPJ e continua atuando no exterior normalmente”. Também disse que a Policia Federal não conseguirá ter acesso ao dinheiro da empresa, por estar criptografado.

O CEO garantia que jamais seria investigado pelo Ministério Público e pela Polícia Federal, mas foi a Abranetwork quem identificou o esquema e o colocou na Lista Negra, que é permanentemente consultada pelos órgãos.